Skip to main content

Tipos de Insulina

Tipos_de_Insulina

Geralmente, pessoas que possuem diabetes precisam de insulina para controlar os níveis de glicose. Alguns portadores da doença podem se sentir angustiados por terem que fazer o tratamento com o hormônio, pois existe quem tenha medo da agulha, quem não entenda como realizar as aplicações ou até mesmo que não saiba lidar com o problema. No entanto, o tratamento é essencial para a qualidade de vida de quem possui diabetes, além disso, não o fazer pode ter severas consequências.

Hoje em dia, tanto as maneiras de aplicar a glicose quanto as agulhas estão mais modernas e deixaram esse processo mais indolor. Os dispositivos usados também são bem mais fáceis de serem manuseados.

No começo, a aplicação da insulina poder ser difícil, mas com a ajuda de sua equipe médica tudo tende a se tornar mais simples. Vale lembrar que este é o melhor tratamento no controle do diabetes. Existem diversos tipos de insulina, confira a seguir como são e entenda melhor como agem no seu corpo.

Insulina de ação curta

Também chamada de insulina solúvel, é aplicada com uma injeção antes das refeições.

Insulina de ação intermediária

Utilizada como insulina basal (antecedentes), é injetada duas vezes por dia e uma vez, ou mais, dentro de um regime de injeção múltipla.

Insulina intravenosa

Administrada intravenosamente, tem uma ação extremamente rápida com uma meia-vida (período de tempo, quando metade da insulina é separada) de apenas 3-5 minutos.

Insulina de ação rápida

O novo análogo de insulina de ação rápida tem uma ação muito mais rápida do que a de ação curta. Você pode injetar um pouco antes de uma refeição e ainda obter um bom efeito no momento em que a glicose dos alimentos atinge a corrente sanguínea. No entanto, a insulina terá menos efeito, após 2-3 horas, e a glicose no sangue pode aumentar antes da próxima refeição.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905