Skip to main content

Resistência à Insulina

Resistencia_a_Insulina

Se o seu corpo ainda está produzindo insulina, mas o hormônio não está funcionando corretamente, isso é chamado de "resistência à insulina". O problema começa alguns anos antes do diabetes tipo 2 se desenvolver, embora nem sempre resulte na doença ou em altos níveis de glicemia. A maioria dos médicos acredita que a resistência à insulina é o principal motivo pelo qual as pessoas desenvolvem diabetes tipo 2. Pensa-se que a condição seja causada por excesso de peso, armazenado em torno de sua cintura, ou que esteja associada à síndrome metabólica.

As pessoas com excesso de peso em torno da cintura tendem a ter pressão arterial elevada e níveis baixos do bom colesterol (HDL). Esse tipo de gordura é muito fraco no armazenamento de lipídios (gorduras), denominados "triglicerídeos", que são uma fonte de energia. Se estes triglicerídeos não são armazenados adequadamente, o nível deles no seu sangue começará a subir. Altos níveis de gordura no sangue podem levar à resistência à insulina. Seu corpo irá precisar de mais insulina para manter um nível saudável de glicose. 

O diabetes tipo 2 também pode se desenvolver caso o seu pâncreas não libere insulina suficiente, o que faz com que o nível de glicemia suba. À medida que o seu nível de glicemia sobe, você pode apresentar sede, cansaço e frequentes visitas ao banheiro. Se você é resistente à insulina, pode ser mais propenso a problemas de saúde, incluindo pressão arterial alta e colesterol elevado, que são fatores de risco para doenças cardiovasculares. É por isso que as pessoas com diabetes tipo 2 são mais propensas a desenvolver doenças cardíacas.

Você pode reduzir o risco de se tornar resistente à insulina, aumentando o nível de atividade física e reduzindo o excesso de peso. Certifique-se de consultar o seu médico ou equipe médica antes de iniciar um novo programa de exercícios.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905