Skip to main content

Lanches para pessoas com diabetes

lanches_para_pessoas_com_diabetes

Quem usa insulina de ação rápida com injeções múltiplas ou uma bomba de insulina é menos dependente de lanches entre as refeições. Isso porque a ação do medicamento é parecida com a forma como a glicose atua em seu corpo após a alimentação. O resultado é um nível menor de insulina entre as refeições.

Muitas crianças podem comer um pedaço de fruta de lanche sem uma dose adicional de insulina, mas se a porção for maior, ela provavelmente precisará de uma pequena dose junto com o lanche. Algumas precisam fazer uma refeição maior à tarde depois da escola, quando voltam para casa.

Quando se utiliza injeções múltiplas, muitas famílias julgam ser mais fácil aplicar insulina com esse lanche, postergando o jantar para um pouco mais tarde. Assim, o lanche da noite é descartado. Experimente aplicar a mesma quantidade de insulina um pouco mais cedo, junto com o lanche da tarde, como você teria feito com o lanche da noite (ou de acordo com a contagem de carboidratos).

Quando uma insulina regular de ação curta é injetada, seu efeito dura de quatro a cinco horas. Já a insulina de ação intermediária dura ainda mais, se for tomada em duas injeções diárias. O resultado é uma maior concentração de insulina entre as refeições, o mesmo que seria encontrado em pessoas sem diabetes. Essa é a razão pela qual são importantes os lanches nesse tipo de regime de insulina.

De manhã, a injeção é geralmente maior do que a do almoço, o que torna o lanche da manhã essencial. Uma criança na escola normalmente pede um sanduíche (ou algo igual em valor substancial). Entretanto, se o almoço na escola é servido mais cedo, uma fruta pode ser suficiente. Na parte da tarde, uma fruta também é uma opção adequada.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905