Skip to main content

Diabetes infantil

diabetes_infantil

É comum bebês nessa faixa etária terem manias alimentares, tal como recusar alimentos. Na realidade, esse comportamento pode ser considerado quase normal para os bebês, embora seja frequentemente preocupante e frustrante para os pais. Não é de se espantar que esse tipo de problema cause ainda mais ansiedade nos pais de uma criança com diabetes. Nesse caso, as dicas a seguir podem ser úteis:

  • Grande parte das crianças cresce e se desenvolve sem que se diga o quanto devem comer. Não se preocupe. Mesmo que você sinta que seu filho não está comendo o suficiente, provavelmente ele esteja. Converse com seu nutricionista e sua equipe médica caso tenha essa preocupação e verifique o gráfico de crescimento da criança com o seu pediatra;
  • Se a rigidez das refeições e lanches não funciona bem, tente pensar que tipo de comida você teria dado se o seu filho não tivesse diabetes e tente ajustar a insulina de acordo;
  • Planeje as refeições e menus levando em conta as outras atividades da criança, por exemplo: a criança corre por todo lado ou fica muito tempo sentada?;
  • As crianças não reagem bem se são alimentadas à força. Mesmo que isso possa ser difícil, tente minimizar a ênfase na comida. Normalmente, uma queda de açúcar no sangue fará com que a criança sinta mais fome e fique mais propensa a comer;
  • Evite o uso de alimentos doces ou bebidas açucaradas para disfarçar uma baixa ingestão de carboidratos. As crianças aprendem rapidamente a recusar comida se a "recompensa" for uma bebida doce ou um biscoito de chocolate;
  • Uma fruta fresca para o lanche é melhor que tomar suco de frutas;
  • Dê à criança uma dose de insulina adicional quando for necessário, por exemplo, em festas de aniversário ou quando ela receber doces;
  • O café da manhã pode ser difícil, pois é muito comum as crianças não sentirem fome nessa hora. Experimente um copo (ou meio copo) de suco ou leite para começar. Depois de aproximadamente meia hora, quando o nível de glicose subir um pouco, o apetite pode melhorar;
  • A glicose em gel ou suco pode ser muito útil nesta faixa etária, assim as crianças não precisam mastigar comprimidos de glicose quando estão hipoglicêmicas;
  • Bebês de um a dois anos estão em crescimento e podem, muitas vezes, mudar seus hábitos alimentares. Fale com seu nutricionista para mais informações.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905