Skip to main content

Diabetes Gestacional - Cuidados

Diabetes_Gestacional_-_Cuidados

Grávidas com diabetes geralmente recebem mais atenção de serviços de cuidados com a maternidade. Informe sua equipe médica o mais rápido possível, se você suspeitar que possa estar grávida ou se pretende engravidar. Eles podem ajudá-la a fazer um teste de gravidez, que dará um resultado preciso dentro de dois dias.

Se você tem diabetes, significa que é um árduo trabalho manter a glicose em níveis normais nessa etapa. O objetivo é que o valor do seu índice HbA1c durante a gravidez esteja dentro da normalidade para indivíduos sem diabetes. O tratamento com uma bomba de insulina pode ser uma forma eficaz de atingir essa meta.

Durante a última parte da gravidez, muitas vezes torna-se mais difícil reconhecer os sintomas de hipoglicemia. Isso acontece porque o início do desenvolvimento de sintomas é reduzido, devido aos níveis frequentemente baixos de glicose. O valor do índice de HbA1c para as mulheres sem diabetes é de cerca de 0,5% a 1% inferior ao final da gestação, o que significa chegar perto de 6% de HbA1c (o limite para pessoas sem diabetes) durante a última parte da gravidez.

Em estudos, metade das mulheres atingiram um HbA1c na faixa normal em algum momento durante sua gestação. Dentro de um ano, porém, a maior parte delas aumentou o HbA1c para níveis observados antes da gravidez. Isso pode ser atribuído à falta de tempo para cuidar do diabetes e, ao mesmo tempo, de um bebê. As mulheres que dão à luz ao seu segundo ou terceiro filho apresentaram maior HbA1c durante a gravidez, sugerindo que a quantidade de trabalho a ser feito em casa afeta os cuidados do seu diabetes.

Durante a gravidez, a produção de cetona aumenta nos períodos de deficiência de insulina, causando cetoacidose. A cetoacidose durante a gravidez é muito perigosa, especialmente para o feto. Você deve, portanto, verificar se há cetonas no sangue ou na urina regularmente, especialmente se estiver doente ou caso tenha uma infecção com temperatura alta. Um lanche antes de deitar normalmente é necessário para grávidas, pois diminui o risco de hipoglicemia à noite e cetonas famintas.

Fazer o teste com a urina todas as manhãs indicará se você tem ou não "cetonas famintas" quando não ingere carboidratos à noite. As cetonas de manhã estão presentes em 30% das mulheres grávidas que não têm diabetes. Um ligeiro atraso no desenvolvimento foi encontrado em crianças com idades entre 2 e 9 anos cujas mães tiveram níveis de cetonas altos durante a gestação.

Se você usar uma bomba de insulina, o risco de cetoacidose aumentará, devido ao menor armazenamento de insulina. Se o conjunto de bomba de infusão falhar durante a noite, você terá níveis elevados de glicose e cetonas no período da manhã. Um método para evitar isso é utilizar uma injeção de insulina de ação intermediária antes de se deitar (0,2U/kg, 0.1U/lb), além da dose normal de insulina basal da bomba. O limiar renal geralmente diminui em mulheres grávidas, provocando um aumento da excreção de glicose na urina. Portanto, testes de glicose na urina não são viáveis.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905