Skip to main content
Diabetes_Gestacional_Quais_as_Causas

Diabetes Gestacional, Quais as Causas?

Existem vários tipos de diabetes e, entre eles, está o diabetes gestacional. Ele corresponde ao aumento da glicemia com severidade variável, começando ou sendo detectado pela primeira vez durante a gestação. Esse tipo de diabetes ocorre em cerca de 5 a 7% das gestações e pode ser um alerta para um futuro diabetes tipo 2.

Entre as causas do diabetes gestacional, podemos ressaltar: o aumento de peso e a ação hormonal na placenta. Esses dois fatores favorecem a resistência à insulina, de maneira que a capacidade de ação do hormônio diminui e, portanto, os índices de glicose aumentam.

O diabetes gestacional pode afetar qualquer mulher grávida; contudo, existem alguns fatores que aumentam o risco de desenvolvê-la:

  • Mulheres com sobrepeso e obesidade logo no início da gestação.
  • Antecedente de diabetes gestacional em outras gestações.
  • Mães que deram à luz a um bebê com peso acima de 4 kg (macrossomia).
  • Mulheres com histórico familiar de diabetes tipo 2 (principalmente em irmãos ou pais).
  • Mulheres a partir de 30 anos.
  • Mulheres com diagnóstico de ovários policísticos.
  • Diagnóstico anterior de pré-diabetes.
  • Hipertensão arterial induzida pela gravidez.

As mulheres que apresentam esses fatores de risco têm até o dobro de chances de desenvolver diabetes gestacional, em comparação a outras mulheres grávidas. Entretanto, o diabetes gestacional deve ser investigado em todas as mulheres grávidas, independentemente dos fatores de risco.

As consequências do diabetes gestacional estão relacionadas aos riscos que a doença representa para o bebê e para a mãe. O bebê pode apresentar macrossomia, devido ao crescimento acelerado no útero e o peso, que pode chegar até 4 quilos no momento do nascimento, o que dificulta o parto natural e, em alguns casos, pode ser necessária a realização da cesárea. Além disso, podem ocorrer baixas de glicose (hipoglicemias) após o nascimento, dificuldade respiratória, aumento no risco de partos prematuros e, infelizmente, em alguns casos, o recém-nascido pode falecer.

Para a mãe, o diabetes gestacional está associado à hipertensão na gravidez (ou pré-eclâmpsia), existindo também o risco de o diabetes persistir após a gestação, ou aparecer novamente nas gestações subsequentes.

Considerando a importância do diabetes gestacional e seus riscos, é importante que todos conheçam os cuidados pertinentes para  uma gravidez saudável, bem-sucedida e gratificante.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905