Skip to main content

Diabetes Gestacional Afeta o Bebê?

Diabetes_Gestacional_Afeta_o_Bebe

Se você for portador de diabetes, poderá perguntar: "devo ter um bebê quando há um aumento do risco de a criança adquirir diabetes?" Um estudo indica que apenas 3% das crianças de mães com diabetes desenvolveram diabetes por conta própria na faixa etária entre 10 e 13 anos. Embora acredite-se que metade dos fatores que contribuam para o diabetes provenham de herança genética, apenas uma a cada 10 crianças com diagnóstico recente de diabetes tem um pai ou um irmão com diabetes.

A predisposição hereditária para o desenvolvimento de diabetes tipo 1 é muito comum, pelo menos 40%, de acordo com alguns estudos. A partir dessa informação, uma pessoa portadora de diabetes não deve ser desencorajada a ter filhos.

Algumas pessoas escolhem a adoção. Elas fazem isso porque o risco é grande, tanto para a criança adquirir diabetes, quanto para a mãe passar por uma gravidez nessa situação, especialmente se ela também tiver complicações provenientes da doença.

Aparentemente, o risco de uma criança adquirir diabetes diminui de acordo com a idade da mãe. Por exemplo: se uma mãe é portadora de diabetes e está com mais de 25 anos, após o nascimento, o risco que a criança corre de desenvolver a doença não é significativamente alto em comparação com mães sem diabetes. Outro estudo mostrou que apenas 3,4% das crianças nascidas de pais portadores de diabetes desenvolveram a doença antes dos 20 anos de idade. Se a mãe desenvolveu diabetes quando tinha 8 anos de idade ou menos, o risco de a criança adquirir diabetes já se torna consideravelmente mais elevado, 13,9%, neste estudo.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905