Skip to main content
Diabetes_como_Conviver

Diabetes, como conviver

Em um primeiro momento, o diagnóstico de diabetes pode causar ressentimento e desilusão. De repente, você tem conhecimento de vários fatos deprimentes sobre as complicações de saúde que a doença pode causar a longo prazo. Para inibir essas complicações, você pode até receber prescrição de medicamentos que ajudam. É preciso tempo para se ajustar, gradualmente, a essa estranha e nova situação.

Pode parecer confuso no início, mas, pouco a pouco, as informações que você recebe começam a fazer sentido. Logo, você começa a compreender como o diabetes tipo 2 pode afetar sua vida e não deve demorar muito para você estabelecer uma nova rotina. Você vai aprender a ficar mais atento à escolha de alimentos e bebidas que ajudem a controlar melhor sua glicemia e melhorar os sintomas. A maioria das pessoas acredita que controlar o diabetes é mais fácil do que realmente é. Se conseguir assumir o controle do seu estado no início, você pode confrontar seu diabetes e não deixar que o diabetes confronte você.

O que acontece depois do diagnóstico de diabetes?

Nos primeiros meses, é recomendável que você vá a um especialista em nutrição, para que ele crie um plano de alimentação saudável para você. Algumas das mudanças necessárias na sua dieta podem parecer difíceis, mas se você der um passo de cada vez, será mais fácil. É indispensável conhecer muito bem as propriedades dos alimentos: assim, é possível elaborar um cardápio saudável que combine com você e a sua rotina. Uma boa dieta desde o início ajuda a manter um bom controle glicêmico para o resto da vida.

É importante fazer consultas médicas para acompanhar as mudanças realizadas no estilo de vida e verificar se elas estão ajudando a controlar seus níveis de glicose. O controle glicêmico a longo prazo é feito por meio de um teste chamado HbA1c. Quando você melhora sua alimentação e aumenta a quantidade de exercício, os resultados desse teste tendem a melhorar muito.

Depois disso, a cada três meses ou mais, é recomendável que você faça um check-up com um médico ou enfermeiro. Nessas visitas, eles vão medir o controle da glicose a longo prazo, utilizando o teste HbA1c. Você será pesado e eles vão perguntar sobre as mudanças na sua dieta ou rotina, além de checar sua pressão arterial e o colesterol.

Pressão arterial alta e colesterol andam de mãos dadas com o diabetes tipo 2 e há boas evidências de que manter esses dois fatores sob controle gera um efeito positivo sobre a sua saúde no futuro. Talvez você não alcance resultados perfeitos de imediato, afinal, a intenção é que haja uma melhora constante. 

Para administrar o diabetes tipo 2 é preciso uma jornada de terapia. Bons cuidados com o diabetes envolvem o tratamento médico e a educação. É importante que você se sinta capaz de assumir a responsabilidade sobre as necessidades da sua saúde para que se possa viver a vida que você escolher.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905