Skip to main content

Cardiovascular - Consequências do Diabetes

Cardiovascular_-_Consequencias_do_Diabetes

As complicações a longo prazo associadas ao diabetes podem ser divididas em microvasculares e macrovasculares. As microvasculares afetam os pequenos vasos sanguíneos, enquanto as macrovasculares, também chamadas de cardiovasculares, afetam as grandes artérias do corpo. Quanto maior o nível de glicose, maior o risco de complicações relacionadas ao diabetes tipo 2. A boa notícia é que você pode ajudar a minimizar isso, seguindo os conselhos da sua equipe médica sobre seu tratamento e estilo de vida.

As grandes artérias fornecem sangue para o coração, pernas, rins e cérebro. Se elas são obstruídas (trombose), aumentam as chances do desenvolvimento de doenças cardíacas, que podem levar a um ataque cardíaco. Você também ficará mais propenso a ter insuficiência renal, úlcera no pé e infarto. Ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais representam a principal causa de morte em pacientes com diabetes tipo 2, chegando a até 75% dos casos. Por isso, é importante fazer o máximo possível para reduzir o risco de complicações macrovasculares.

Como reduzir o risco de complicações macrovasculares

Abaixo, estão 12 mudanças positivas que você pode fazer para reduzir o risco de desenvolver complicações macro vasculares:

  • Deixar de fumar;
  • Manter um peso saudável;
  • Aumentar a quantidade de exercícios físicos;
  • Evitar o estresse;
  • Não beber muito álcool;
  • Controlar a pressão arterial;
  • Manter um nível saudável de colesterol;
  • Seguir uma dieta equilibrada e saudável, que inclua muitas frutas e verduras;
  • Comer alimentos ricos em fibras e pobres em gordura;
  • Consultar o médico regularmente;
  • Tomar a medicação que seu médico receitou;
  • Seguir sempre os conselhos da sua equipe médica.

Revisado em: Nov/2016. 059528-160905